Buscar
  • Exxtend

Branqueamento dos Corais da Paraíba



Pesquisadores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) constataram que os recifes de corais marinhos no estado estão passando por um gravíssimo processo de branqueamento. Se a situação perdurar por mais três meses, representará séria ameaça à biodiversidade do ecossistema.


Segundo o estudo do Laboratório de Ambientes Recifais e Biotecnologia com Microalgas (LARBIM) da UFPB, os corais mais afetados no litoral paraibano estão na Praia do Seixas, no litoral sul. Das 1,1 mil colônias monitoradas, 93% estão totalmente branqueadas.


Cristiane Sassi, que é a coordenadora do projeto, financiado pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, explica que o branqueamento dos corais não significa que eles estão mortos, mas que estão debilitados e vulneráveis. “Os corais da Paraíba correm risco de morrer, caso o estresse que provocou o massivo branqueamento perdure por mais de três meses”, diz Cristiane.


Cristiane afirma que a exploração descontrolada do turismo natural está entre as razões da degradação dos corais. De acordo com a especialista, outras causas são apontadas por provocar o branqueamento: as de origem local, como poluição marinha, alta taxa de sedimentação, pisoteio e outras ações negativas do homem; e as de origem global, principalmente o estresse térmico, com elevação da temperatura dos oceanos.


A mortalidade em massa dos corais geralmente ocorre quando o estresse que provocou o branqueamento, seja ele de origem local ou global, perdura por mais de três meses. “Entendo que somente com mudanças de nossas posturas, reduzindo a emissão de gás carbônico, a fim de atenuar o aquecimento global, e com a diminuição da poluição dos mares, do uso dos plásticos e com o fim das queimadas, podemos contribuir na conservação dos recifes. Além disso, a prática de condutas conscientes ao se visitar esses ecossistemas também é uma ação que auxilia na sua conservação”.


Leia na íntegra: shorturl.at/impS9


𝗦𝗶𝗴𝗮 𝗮 𝗘𝘅𝘅𝘁𝗲𝗻𝗱:

Facebook: https://bit.ly/exxtendbr

Instagram: https://bit.ly/exxtend_

LinkedIn: https://bit.ly/exxtend

#Biotecnologia #PesquisaNacional #Corais #Oceano #Recifes

1 visualização

Canais de Atendimento

Queremos te ouvir! Utilize nossos canais de atendimento para reclamações, sugestões ou elogios.

+55 (19) 98357-7500 WhatsApp
exxtend@exxtend.com.br

Suporte Científico

Nosso time de Suporte Científico esclarece suas dúvidas técnicas sobre a utilização dos nossos Oligos e Sondas de DNA.

+55 (19) 98360-7500 WhatsApp
contato@exxtend.com.br

Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 08h00 às 17h30, exceto em feriados nacionais.