Buscar
  • Exxtend

Como os cérebros de músicos reagem quando tocam a mesma música? 🎶



Um estudo realizado pelo Instituto Max Planck de Ciências Cognitivas e Ciências Humanas divulgado pela revista NeuroImage explorou o universo musical e neural de músicos de jazz e de música clássica, estudando como seus respectivos cérebros reagem quando ouvem ou tocam a mesma melodia.


O ponto de partida foi entender que os cérebros de pessoas com habilidades musicais possuem as áreas motoras e auditivas maiores do que aqueles que não possuem habilidade alguma nesse aspecto. Depois, foram analisados 30 pianistas profissionais durante dois anos, metade especializado em jazz e a outra metade na área clássica.


O experimento era o seguinte: uma tela de computador mostrava uma mão tocando uma sequência de acordes no piano e cometendo erros de harmonia no processo. Os pianistas, então, tinham que imitar a sequência assistida em um instrumento real – com o som sendo retirado para dar mais fiabilidade à tarefa – enquanto seus sinais cerebrais eram registrados por sensores de eletroencefalografia posicionados na cabeça.


Constatou-se que os sinais cerebrais dos especialistas em jazz e música clássica foram diferentes: os de jazz reconheceram o erro e se adaptaram de maneira mais flexiva, uma vez que já estão acostumados em improvisação e criação de harmonias. Os pianistas clássicos surpreenderam-se ao terem que repetir a sequência, já que estes são muito mais precisos em seus movimentos e posicionamento dos dedos.


O estudo trouxe a discussão de como o sistema motor tem sua importância nos processos de aprendizagem e como ele pode influenciar o desempenho em tarefas que, à primeira vista, parecem ser mais cognitivas do que físicas.


A Exxtend parabeniza as pesquisadoras Roberta Bianco e Daniela Sammler pelo estudo superinteressante dos nuances que o corpo humano possui.


E o seu cérebro, como ele reage à música? Você gosta de jazz e música clássica? Deixe sua opinião nos comentários! 🎷🎶🎻


Aproveite e siga nossas redes: Facebook: https://bit.ly/exxtendbr Instagram: https://bit.ly/exxtend_ LinkedIn: https://bit.ly/exxtend

1 visualização0 comentário
topo da página dr. oligo.png